68 anos da AFFEMG: é hora de celebrar!

Semana Cultural marca as comemorações, em Belo Horizonte, pelos 68 anos da AFFEMG. Confira a programação e participe!

Publicação: 30/01/2018
Última visualização: 25/02/2018 - 12:58

Em 2018, a AFFEMG completa 68 anos! São quase sete décadas de história e de renovação constante, marcada pela força da tradição e da contemporaneidade. Neste espírito associativo, a AFFEMG realiza a tradicional Semana Cultural, em Belo Horizonte.

Confira a programação e participe!

SOLENIDADE

Cerimônia de Aniversário AFFEMG – 68 anos

Data: 16 de fevereiro (sexta-feira)
Horário: 19h30
Local: Auditório AFFEMG (2º andar)
(Não é necessária retirada de convite prévio)

ARTES

IX Exposição de Artes e Fotografia

Tema: “Tradição e Contemporaneidade”
Abertura: 20 de fevereiro (terça-feira)
Horário: 19h
Visitação: 20 de fevereiro a 02 de março
Local: Galeria dos ex-presidentes (2º andar da AFFEMG)
(Não é necessária retirada de convite prévio)

MÚSICA

Show Luizinho Lopes – Lançamento Turnê “Luizinho Lopes Ao Vivo”
Data: 22 de fevereiro (quinta-feira)
Horário: 21h
Local: Cine Theatro Brasil Vallourec (Av. Amazonas, 315 - Centro, Belo Horizonte)
Retirada de convites: 15, 16, 19 e 20 de fevereiro (quinta, sexta, segunda, e terça-feira)

O Associado Titular poderá retirar um par de convite, nos dias 15, 16, 19 e 20 de fevereiro (e/ou enquanto houver disponibilidade), no setor de Eventos da AFFEMG, no 5º andar, de 8h às 17h. Número de convites limitado à capacidade do Teatro.


Sobre Luizinho

Cantor, compositor, violonista mineiro e associado, Luizinho Lopes lança, em Belo Horizonte, o álbum duplo (DVD/CD) “Luizinho Lopes Ao Vivo”. O músico divide o palco com o percussionista Bré Rosário e o guitarrista Daniel Drummond, além da participação especial do contrabaixista Dudu Lima.

O álbum foi gravado ao vivo, em maio de 2012, no Teatro do Centro Cultural Pró-Música, em Juiz de Fora, com direção geral e produção totalmente independente de Luizinho Lopes.

Dentre as canções que integram o álbum, três são parcerias: “A sola do palato”, de Luizinho com o maestro paulistano Roberto Lazzarini e Iacyr Anderson Freitas; e “Em Mim”, com letra de um escritor de peso da literatura contemporânea brasileira, o premiado romancista Luiz Ruffato. 

Luizinho é mineiro de Pirapora e iniciou sua carreira na década de 80, em Juiz de Fora.